Mestre da cerimônia do chá inaugura ciclo de palestras sobre chawan

Mestre da cerimônia do chá inaugura ciclo de palestras sobre chawan

17 de setembro de 2018 0 Por bloghideko

Ao mesmo tempo singelo e belo, atemporal em sua forma, o chawan, nas mãos de um ceramista, é uma peça que une beleza e funcionalidade. Por isso, sua confecção exige técnica, dedicação e reflexão. Que histórias podem estar contidos em uma peça como essa? O ciclo de palestras Chawan Project, idealizado por Hideko Honma, busca revelar esse universo.

Nesse ciclo, que acontece uma vez por mês, na Japan House, um ceramista é convidado a falar sobre seu relacionamento com o chawan e como ele a produz. Os ceramistas palestrantes são imigrantes japoneses ou filhos destes, e que se tornaram, cada um à sua maneira, renomados pela sua arte.

No total, são sete palestras, com Souichi Hayashi, Shoko Suzuki, Kenjiro Ikoma, Akinori Nakatani, Kimi Nii, Shugo Izumi e Mistue Yuba, e mais uma mesa-redonda que reunirá todos os palestrantes, ao final do ciclo, em dezembro (veja a programação completa no final deste post!). O evento tem o apoio da Japan House e da Japan Foundation de São Paulo.

A primeira palestra foi dada pelo mestre Souichi Hayashi, da Fundação Urasenke, de cerimônia do chá, na manhã de 30 de junho. A procura foi tanta – a Japan House distribui senhas apenas uma hora antes de cada evento -, que foi necessário abrir uma sessão extra à tarde, para acomodar todos os interessados!

Hideko Honma, na abertura do Chawan Project. Foto: Marcel Uyeta

Logo no início do evento, Hideko explicou como teve a ideia de fazer uma série de palestras sobre o chawan. Ela percebeu que, além de ser uma peça que está sempre presente em sua casa, nas refeições em família, essa tigela japonesa também é a primeira peça que seus alunos elaboram. “Resolvi que precisávamos, então, nos aprofundar e falar sobre o chawan. E decidi que ia convidar aqueles que mais sabem sobre isso”, contou.

O professor Hayashi falou sobre os diferentes estilos de cerâmica que existem e são usados na cerimônia do chá, como estilos Oribe, Shino e Setoguro. Ele mostrou imagens dessas peças, versando sobre os detalhes e as cores que os distinguem cada um. Alguns chawans trazidos por ele ficaram expostos para que todos pudessem admirar suas formas e cores.

O público lotou a sala da Japan House; à frente, os palestrantes do Chawan Project. Foto: Marcel Uyeta

O mestre da Urasenke revelou ainda que um bom chawan apresenta as seguintes características:

  • Refinamento
  • Sensação de volume
  • Beleza na simplicidade
  • Sensação de força
  • Sensação de pureza
  • Beleza da serenidade

Mestre Hayashi dá uma verdadeira aula sobre estilos no Chawan Project. Foto: Marcel Uyeta

A palestra contou com participação especial do chef Jun Sakamoto, que serviu aos presentes um saboroso ochazuke (preparado de arroz, caldo dashi e chá verde, que pode ser acompanhado por complementos como umeboshi) em belos chawans. “Meu trabalho é muito ligado à cerâmica. Ela transfere uma emoção a mais à refeição”, afirmou.

Ochazuke preparado por Jun Sakamoto e servido aos participantes. Foto: Marcel Uyeta

Masaru Suzaki, diretor-geral da Fundação Japão, também participou, explicando, entre outras coisas, que o ochazuke é um prato bastante leve e reconfortante. Há diversos momentos em que ele pode ser servido. Um desses momentos é no final de uma refeição do tipo kaiseki. Essa refeição também é saboreada ao final de uma cerimônia do chá.

Um detalhe muito bacana do evento é que os demais ceramistas, que falarão ao longo do ciclo de palestras, também compareceram nesse dia, prestigiando essa primeira conversa sobre o chawan.

Os palestrantes do Chawan Project prestigiaram o primeiro dia do ciclo: Akinori Nakatani, Shoko Suzuki, Hideko Honma, Souichiro Hayashi, Kimi Nii, Shugo Izumi, Mitsue Yuba e Kenjiro Ikoma. Foto: Marcel Uyeta

Souichi Hayashi, Kenjiro Ikoma e Hideko Honma, durante a palestra. Foto: Marcel Uyeta

Veja abaixo a programação completa e reserve as datas em sua agenda! As senhas são distribuídas uma hora antes do início, na própria Japan House.

  • 27 de julho, das 11h às 12h: Kenjiro Ikoma
  • 23 de agosto, das 19h às 20h: Akinori Nakatani
  • 26 de setembro, das 19h às 20h: Kimi Nii
  • 24 de outubro, das 19h às 20h: Shugo Izumi
  • 16 de novembro, das 11h às 12h: Mitsue Yuba
  • 15 de dezembro, das 11h às 13h: Mesa-redonda com os ceramistas

A palestra com Shoko Suzuki, que estava marcada para o dia 7 de julho, foi adiada e será remarcada para nova data.

Acompanhe as novidades no Facebook do Chawan Project!