O atelier de Hideko Honma, pelo olhar de Matthew Shirts

O atelier de Hideko Honma, pelo olhar de Matthew Shirts

16 de janeiro de 2020 0 Por bloghideko

Como será o atelier de Hideko Honma aos olhos de quem chega ali pela primeira vez? Tivemos a oportunidade de ver isso na matéria que o jornalista Matthew Shirts publicou em seu canal no YouTube, “A São Paulo de Matthew Shirts”. Norte-americano que mora no Brasil há décadas, Matthew adora andar por São Paulo – a pé, de ônibus, de metrô – e compartilhar suas descobertas sobre a cidade e seus moradores.

Se o nome dele soar familiar, pode ser que você tenha lido algumas de suas crônicas que eram publicadas na Veja SP ou no jornal O Estado de S.Paulo ou ainda alguns de seus livros.  Pode ser também que você tenha ouvido ele na rádio BandNews FM, onde falava das coisas boas que encontrava na capital paulista.

Hideko Honma explica a origem de seus esmaltes a Matthew Shirts. Fotos: Chiaki Karen Tada

Acompanhado do cinegrafista Átila Amaral, Matthew passou uma tarde no atelier, onde apreciou detalhes do ambiente, observou as peças, viu uma aula de torno e surpreendeu-se com a origem dos esmaltes que Hideko usa, produzidos a partir de cinzas de plantas. E ouviu muito do que a ceramista tinha para contar sobre o atelier.

“De fora, talvez o atelier passe despercebido, parece uma caixa de concreto. Mas, dentro dele, você vai descobrindo a fonte, a água, a parede feita com a terra encontrada no local na época da construção”, contou ela ao jornalista.

Hideko explica o que ela ensina sobre cerâmica a seus alunos. 

Para ela, quem visita o atelier são pessoas que gostam de cerâmica e querem algo diferente, simples e especial, feito manualmente com o uso de técnicas japonesas e materiais brasileiros. “As pessoas buscam não apenas o objeto, mas um conceito”, diz. “E o preço é bom!”

Hideko Honma é entrevistada para o canal “A São Paulo de Matthew Shirts”.

E parece que o jornalista gostou do que viu e ouviu. “[Aqui] você tem um jazz tocando baixinho e toda uma calma que lembra muito o Japão. É um programa bacana”, conclui.

Você ainda não conhece o atelier? Então venha visitá-lo! O atelier fica na Avenida Jacutinga, 434, no bairro de Moema, em São Paulo. Se já veio antes, dê uma passada novamente – quem sabe há mais pequenas descobertas à sua espera? E acompanhe as novidades do atelier pelo Facebook e Instagram (@hidekohonma).

Leia mais:

Como foi a viagem “Em busca da Chawan” pelo Japão

Conheça as professoras de cerâmica e de ikebana do atelier