Participe do projeto “As Canecas do Brasil”, ação que une solidariedade e cerâmica

Participe do projeto “As Canecas do Brasil”, ação que une solidariedade e cerâmica

1 de julho de 2021 0 Por bloghideko

Os impactos do prolongamento da situação de pandemia estão cada vez maiores nas entidades beneficentes sem fins lucrativos, que enfrentam dificuldades para continuar atendendo seus assistidos, pois não conseguem arrecadar fundos como antes. Por isso, Hideko Honma resolveu, mais uma vez, unir cerâmica e ação solidária, e criou o projeto “As Canecas do Brasil”. A iniciativa, que tem o apoio do Cerâmica Contemporânea Brasileira – CCBRas, convida ceramistas de todo o país a doarem canecas de suas autorias. As peças serão vendidas em uma plataforma on-line, e o valor obtido será distribuído a três instituições que prestam assistência a pessoas com necessidades especiais.

Além de promover essa ação beneficente, a expectativa de Hideko e do CCBRas é receber peças de ceramistas e artistas de todas as regiões brasileiras e, assim, divulgar a riqueza de técnicas, estilos e influências que existem no país. “Canecas do Norte, do Sul, do Centro-Oeste, do Nordeste, do Sudeste, canecas paulistas, gaúchas, mineiras, pantaneiras, marajoaras, indígenas… enfim, são as canecas do Brasil. Contamos com os ceramistas do País para esta ação para ajudar o próximo”, diz Hideko.

Para participar, o ceramista deve doar três ou mais canecas ao projeto. As peças recebidas serão fotografadas, e as imagens serão inseridas em um catálogo on-line, que ficará disponível para quem quiser conhecer e comprar as peças. Os recursos arrecadados serão destinados à Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono, à Associação Travessia – Filosofia Waldorf e à Sociedade Beneficente Casa da Esperança “Kibô-no-Iê”. Essas instituições atendem crianças, jovens, adultos e idosos com necessidades especiais e são reconhecidas pela qualidade do trabalho que realizam.

Não é preciso enviar três canecas iguais ou de uma mesma série. Podem ser distintas e confeccionadas com diferentes técnicas, mas devem ser feitas com materiais que permitam o uso para consumo de alimentos.
“O ceramista precisa estar ciente que, ao enviar suas canecas, estará fazendo uma doação. Não haverá contrapartida financeira para ele. Mas ele terá a oportunidade de contribuir com uma ação solidária junto com muitos outros entusiastas dessa arte”, afirma Makoto Fukuzawa, presidente do CCBRas.

Todos os participantes receberão um certificado virtual e poderão receber, por sorteio, os seguintes presentes: R$ 1.000,00 em materiais da Arte Brasil; um dia de workshop para 5 participantes no Atelier Hideko Honma; torno elétrico Flex, da Fornos Jung; banco para torno da K2 Arte Cerâmica; e giffin grip da PSH Brasil.

O edital do projeto, com as orientações para inscrição e envio das canecas, bem como os critérios para que elas sejam aceitas, está no site da CCBRas.

Participe!

Saiba mais sobre as entidades beneficiadas

Sociedade Beneficente Casa da Esperança “Kibô-no-Iê” – é uma entidade sem fins lucrativos de assistência e amparo à pessoa com deficiência intelectual, fundada em 1963. Hoje acolhe 67 adultos (28 dos quais são cadeirantes), com idade entre 38 e 79 anos, em sua sede, localizada em Itaquaquecetuba (SP). kibonoie.org.br/

Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono – é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1958, voltada à assistência e amparo às pessoas com necessidades especiais. A sede fica em Itaquera (zona leste de São Paulo), onde são assistidas mais de 70 pessoas, entre homens e mulheres, na faixa etária de 25 a 74 anos. kodomonosono.org.br

Associação Travessia – Filosofia Waldorf – instituição que atende crianças e jovens com necessidades pedagógicas e terapêuticas especiais. Foi fundada em agosto de 1998, por um grupo de pais que buscava um espaço educativo onde seus filhos pudessem desenvolver suas habilidades. associacaotravessia.org.br

Além desta ação solidária, Hideko também está apoiando outra iniciativa colaborativa: o projeto Avoar, do Museu da Imigração. Quer saber mais? Veja aqui.

Leia mais

Instalação de Hideko Honma faz homenagem a figueira centenária do Museu da Imigração

Revisite 10 peças clássicas do atelier de Hideko Honma