Ilusionismo, música e dança no Sukiyaki do Bem 2019

Ilusionismo, música e dança no Sukiyaki do Bem 2019

26 de agosto de 2019 0 Por bloghideko

Todos os anos, as atrações artísticas e culturais do Sukiyaki do Bem ajudam a fazer dessa noite beneficente um evento marcante para quem participa dele. Em 2019 não será diferente, e a 13ª edição do jantar, que acontece no dia 20 de setembro, contará com as performances da cantora japonesa Mariko Nakahira, do ilusionista Issao Imamura e da dançarina de butoh Emilie Sugai.

Legado e futuro são o tema de Issao Imamura

Issao Imamura é muito conhecido por seus números que fazem aparecer ou desaparecer objetos de grande porte, como carros, jet-skis, helicópteros. Ele iniciou a carreira em 1993, quando fez a materialização, pela primeira vez na história, de um caminhão de 4 metros de altura e 7 toneladas. Desde esse momento, já realizou mil performances de ilusionismo.

O ilusionista Issao Imamura. Foto: Nikko Fotografia

Estamos muito curiosos para saber o que ele fará em sua estreia no Sukiyaki do Bem! Por enquanto, ele adiantou que seus números falarão sobre legado, sobre propósitos e sobre o futuro. “A Hideko não se contenta apenas em fazer cerâmica. Ela criou um evento para deixar um legado. Esse é o ponto conceitual em que vou me apoiar”, diz.

Mariko Nakahira trará sua música e carisma

Já Mariko Nakahira é uma veterana do Sukiyaki do Bem. Todos os anos, ela dedica um período para vir ao Brasil e participar ou promover eventos beneficentes, incluindo o jantar.

A cantora Mariko Nakahira, durante o Sukiyaki do Bem 2018. Foto: Nikko Fotografia

Mariko tornou-se cantora profissional em 1975, após vencer dois importantes concursos para talentos musicais no Japão. Quando se apresentou pela primeira vez no Brasil, em 2005, ela se encantou com a acolhida que recebeu, e foi assim que sua relação com o país e a comunidade nipo-brasileira começou.

Uma de suas canções é dedicada a isso, o “Ipê Ondo”. Com sua simpatia e carisma, ela vai certamente encantar os convidados da noite beneficente.

Performance singular de Emilie Sugai

A dançarina de butoh e performer Emilie Sugai também foi uma das participantes do ano passado. Emilie desenvolve uma linguagem própria e singular, em criações solos e em grupos, fruto de suas inquietações artísticas, geradas das influências recebidas de seu mestre Takao Kusuno, das pesquisas relacionadas às memórias do corpo, da ancestralidade e de colaborações com artistas da dança, teatro, cinema e da vídeoarte.

Emilie Sugai, dançarina de butoh e performer, em apresentação no Sukiyaki do Bem 2018. Foto: Nikko Fotografia

A artista produz espetáculos e também já participou de diversos festivais e produções junto a diretores consagrados, como Antunes Filho.

E o Sukiyaki do Bem tem muito mais! Saiba mais sobre essa noite na página oficial do evento.

A gente também já falou sobre como será o jantar deste ano aqui.

E veja aqui como foi o evento do ano passado.