Vencedoras do concurso A Xícara do Museu explicam suas criações

Vencedoras do concurso A Xícara do Museu explicam suas criações

14 de março de 2021 0 Por bloghideko

Como são os bastidores da criação de uma xícara? No dia 23 de fevereiro, o Museu do Café promoveu uma live com as duas vencedoras do concurso “A Xícara do Museu”, realizado no ano passado, para falar sobre o processo criativo, sobre cerâmica e sobre o papel que instituições culturais têm em fomentar esse tipo de arte.

Nádia Saad, vencedora na categoria artística/conceitual, e Cristina Rocha, vencedora na categoria utilitária/funcional, conversaram sobre tudo isso com Hideko Honma, que foi a curadora do concurso.

“Adorei a experiência. Eu queria me superar na minha produção”, disse Cristina sobre a participação no concurso. “Foi uma experiência que valoriza o ceramista e a nossa xícara de café.” A xícara Horizonte, criada por ela para a competição, tem duas paredes, com uma camada de ar entre elas, para manter a temperatura do café alta por mais tempo. A ceramista explicou como foram as pesquisas, as técnicas e o esmalte que escolheu.

Xícara “Horizonte”, de Cristina Rocha, primeiro lugar na categoria funcional/utilitário do concurso realizado pelo Museu do Café. Fotos: Museu do Café/Divulgação

Nádia lembrou da surpresa que teve ao saber que era um museu que estava promovendo o concurso, com inscrição gratuita e com a curadoria de Hideko. “Achei bastante democrático”, disse. “Senti-me valorizada, pois o projeto era inédito e muito significativo.” Para criar a sua xícara, intitulada O Esplendor do Café, Nádia contou que aliou sua paixão pela translucidez com pesquisas em torno da argila São Simão, até chegar ao ponto certo.

Xícara “O Esplendor do Café”, de Nádia Saad, primeiro lugar na categoria artística/conceitual

As três ceramistas conversaram também sobre a importância da cerâmica, o fascínio que têm por essa forma de arte e sobre a pesquisa de novas técnicas. Concordaram que é uma busca constante – um aprendizado infinito. “A busca por técnica é poética. Por isso, os japoneses chamam de caminho da cerâmica”, disse Hideko. “A experiência não acaba nunca.”

 

Saiba mais sobre o concurso do Museu do Café

O concurso “A Xícara do Museu” foi lançado em 12 de março de 2020 pelo Museu do Café, por ocasião do aniversário de 21 anos da instituição. O concurso teve  curadoria de Hideko Honma e parceria do grupo Cerâmica Contemporânea Brasileira – CCBras, teve 142 inscritos. No dia 24 de outubro, os 20 finalistas do concurso fizeram a defesa de suas peças, de forma presencial e virtual, no antigo Pregão da Bolsa do Café, diante dos jurados que escolheram as peças vencedoras. Veja como foi aqui.

Final do concurso “A Xícara do Museu”, realizado em outubro de 2020

 

Leia mais

Hideko Honma e especialistas falam sobre xícaras, café e o concurso do Museu do Café

Revisite 10 peças clássicas do atelier de Hideko Honma

Bate-papos on-line e vídeos mostram beleza e técnicas de cerâmica